Seguro de Saúde. Factores práticos a considerar antes de pedir uma cotação


Nos últimos anos tive oportunidade de ler alguns artigos sobre os factores a considerar na selecção de um seguro de saúde, e apesar da utilidade de todos eles, alguns aspectos práticos não foram referidos nos mesmos, e que agora venho expor em virtude da sua simplicidade, mas que realmente fazem a diferença no momento da utilização.


O seu médico habitual ou quem confia tem acordo com alguma rede?Exacto, este é um aspecto tão simples, que por vezes é esquecido e remetido para segundo plano, e só quando surge a necessidade de utilização do seguro, é que o aderente do seguro se apercebe. Por isso, antes de pedir uma cotação para um seguro de saúde, confirme com os seus médicos habituais ou quem confia a sua saúde se tem acordos com que prestadores ou redes de saúde.

Um plano de saúde, não é um seguro de saúde. Existem muitas soluções no mercado anunciadas como sendo um seguro de saúde, mas na verdade são sistemas com acordos com redes prestadores de serviços de saúde a preços convencionados. São efectivamente competitivos em termos de prémio, mas apresentam algumas limitações em termos de coberturas. No entanto, podem ser uma alternativa interessante na área de estomatologia e para pessoas seguras com idades superiores às aceites nos tradicionais seguros de saúde.


A aplicação dos períodos de carência. Na eventualidade de subscrever um seguro novo é normal que sejam aplicados períodos de carência para cada uma das coberturas de contrate, e que diferem de seguradora para segurado. Caso já tenha um seguro subscrito à mais de 1 ano poderá transferir o seu seguro para outra seguradora, sem que sejam aplicados os períodos de carência, mas atenção que esta regra apenas se aplica para as coberturas similares às que tinha no anterior seguro, porque se no novo seguro tiver nova coberturas e capitais, os períodos de carência serão aplicadas a estas situações.


Situação das pré-existências. Quando subscrever um seguro de saúde, uma parte importante da proposta é o preenchimento do questionário médico, que deverá ser preenchido na íntegra e com os factos verídicos, não devendo ser omissas situações ou patologias pré-existentes. Esta situação poderá fazer com que fiquem contempladas pré-existências na apólice, e sobre as quais serão aplicados períodos de carência superior, ou inclusive excluídas da apólices. No entanto é preferível identifica-las do que posteriormente ter a má noticias de não liquidação por parte da seguradora, por omissão da existência de patologias anteriores à subscrição do seguro


Agora que ficou a saber um pouco mais sobre os seguros de saúde, poderá solicitar a sua cotação munido de informações ajudando a encontrar a solução mais adequada para o seu caso concreto.

duarte.cardoso@aktion.pt

www.aktion.pt



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square